"O stress diário, o excesso de trabalho e os prazos apertados, levam-nos muitas vezes a descuidar na alimentação. Só que sem refeições saudáveis, não conseguimos angariar a energia necessária para enfrentar mais um dia de trabalho. Assim, há que fazer um esforço para manter uma dieta equilibrada, de forma a não prejudicar o rendimento. Factores negativos como o stress, variações de humor e desânimo, podem estar mesmo relacionados com uma má alimentação."

ESCOLHA QUAL CORPO VOCÊ DESEJA TER, E DECIDA QUAL ALIMENTO COMER.

ESCOLHA QUAL CORPO VOCÊ DESEJA TER, E DECIDA QUAL ALIMENTO COMER.

Welcome

Pesquisar este blog

Carregando...

Olha eu aqui ...





Arquivo

domingo, 3 de abril de 2011

Alimentação para quem tem gastrite




A gastrite caracteriza-se por uma inflamação da mucosa gástrica, geralmente manifestada por náuseas, vômito, hemorragia, dor, mal estar. 
Crises ocorrem muito freqüentemente após ingestão de alimentos específicos para os quais o indivíduo já tem sensibilidade aumentada, comer muito rapidamente, comer após emoções fortes, ou quando o indivíduo se encontra muito cansado. 
Excesso de álcool, tabaco ou alimentos muito condimentados podem ser fatores desencadeantes de crises de gastrite. 
Segue abaixo uma orientação dietética:


Alimentos proibidos:

- Alimentos gordurosos e frituras em geral 

- Frutas ácidas (laranja, abacaxi, limão, morango, damasco, pêssego, cereja, kiwi) 

- Temperos (vinagre, pimenta, molho inglês, massa de tomate, molhos industrializados, katchup, mostarda, caldos concentrados, molho tártaro), picles 

- Doces concentrados (goiabada, marmelada, doce de leite, cocada, pé-de-moleque, geleia, compotas) 

- Frutas secas e cristalizadas

- Frutas oleaginosas (nozes, avelã, coco, amêndoa, castanha de caju e do pará, amendoim, pistache) 

- Feijão e outras leguminosas 

- Pepino, tomate, couve, couve-flor, brócolis, 
repolho, pimentão, nabo, rabanete 

- Café, chá preto, mate e chocolate 

- Lingüiça, salsicha , patês, mortadela, presunto, bacon, carne de porco, carnes gordas, alimentos enlatados e em conserva 

- Bebidas alcoólicas e gasosas

Alimentos permitidos:

- Leite, queijo fresco, ricota 

- Chá de camomila, erva-doce, erva-cidreira, melissa, espinheira santa 

- Sopas magras 

- Carnes magras desfiadas, picadas, moídas, ensopadas, cozidas, assadas, grelhadas 

- Ovos cozidos, poches quentes

- Verduras e legumes bem cozidos 

- Frutas (exceto as mencionadas acima) 

- Pães brancos, bolachas maria, maizena e água e sal 

- Arroz, macarrão simples 

- Batata, mandioca, mandioquinha cozidos.

Recomendação importante:

- Não ficar por mais de 3 horas sem se alimentar.


Fonte: http://montanprodutosnaturais.blogspot.com/2011/01/alimentacao-para-quem-tem-gastrite.html



Para fazer uma boa digestão:
-A digestão alimentar se inicia com uma boa mastigação, além de auxiliar no emagrecimento devido acionar o “centro” de saciedade do organismo.
-Procure sempre sentar-se a mesa para realizar suas refeições sem pressa, isto é, procure dar mais atenção a sua mastigação e coma com maior tranquilidade. Além disso, evite exageros.
-Evite a ingestão de alimentos muito ácidos, salgados e/ou picantes, pois estes tipos de alimentos podem causar agressão ou irritação a mucosa do estômago.
-Passe a ingerir alimentos integrais devido a maior quantidade de nutrientes, no qual consequentemente proporciona maior disposição. Quais alimentos? Biscoitos, Paes, arroz, torradas e outros.
-É recomendado que você faça refeições no intervalo de quatro horas, pois seu metabolismo fazendo com que você não desconte toda sua fome na próxima refeição.
-O almoço deverá ser sua refeição mais completa do dia, e o jantar deve passar a ser uma refeição leve não ultrapassando das oito horas da noite.
-Beba líquido com meia hora de antecedência ou uma hora após a cada grande refeição, como o almoço e jantar.
-Aumente a ingestão de fibras através de aveia, linhaça, gérmen de trigo, quinua, soja e outros alimentos.
-Beba aproximadamente dois litros de água diariamente.
-Beba chás digestivos como de hortelã, erva-doce, camomila, e entre outros, sendo que se possível beba algum destes chás 30 minutos antes do almoço ou jantar.
-Passe a ingerir em maior quantidade alimentos de fácil digestão, como as frutas, sendo que todas são indicadas.
-Evite a ingestão de bebidas alcoólicas, pois acelera o processo de envelhecimento, auxilia no ganho de peso e agride o estômago.
-Pratique regularmente atividade física.
-Procure sempre ficar calmo (a) e sem estresse, nem que para isso você tenha que realizar alguma atividade, como ler um livro, praticar ioga, caminhar, dormir, enfim, acalma-se.


para que você tenha saúde todos os dias, veja alguns motivos de beber água para que seu organismo esteja acompanhado de uma boa saúde. Confira e refresque-se com água:
-Facilita a digestão: isso mesmo, a água auxilia na formação de enzimas (substâncias que realizam a reação química no organismo), além do suco gástrico e saliva.
-Redução de infecções: mantendo hidratado (a) seu corpo estará nutrido pelo sangue, além de que seu organismo realizará o transporte de minerais, como o ferro que tem grande importância no organismo em um todo, fortalecer as defesas.
-Diminui o inchaço: estando mal hidratado (a) o volume de sangue diminui, onde assim as vitaminas e os minerais são carregados lentamente até chegar às células no que resulta em pele, cabelo e unhas. Estando hidratado (a) sua pele fica mais bonita, unhas e cabelo mais fortes, além de que seu organismo não reterá sódio, o responsável pelo inchaço.
-Melhora a performance nas atividades físicas: a água faz com que as fibras musculares fiquem “azeitadas” onde consequentemente deslizam com maior facilidade reduzindo assim, o risco de contusões e cãibras.
-Temperatura do organismo adequada: é através da transpiração que nosso organismo não entra em colapso com grandes modificações de temperatura e também faz com que nosso organismo se adapte em diferentes ambientes.
-Previne a celulite e também desintoxica: isso mesmo, grande parte das toxinas é expelida de nosso organismo através do suor e urina, onde por dia é eliminado cerca de um litro e meio de urina, e aproximadamente um copo de água através da transpiração. Caso não haja hidratação suficiente este processo de expulsão das toxinas fica comprometido, além de sua saúde. A água tem a finalidade também de amolecer as fezes, isto é, facilita a eliminação delas, e a união destes fatores faz com que a circulação sanguínea melhore e previne assim, o surgimento de celulite.
-Melhor absorção de nutrientes: o sangue carrega glicose e outros nutrientes para as células, sendo este o processo de alimentação das células, onde com a hidratação ideal proporciona o volume adequado de sangue para a transportação dos nutrientes. Mas para serem absorvidos estes nutrientes necessitam de água, como no caso do complexo B e vitaminas C, que tem a função de aumentar a defesa do organismo.
-Auxilia no emagrecimento: a água ajuda a emagrecer principalmente quando é ingerida juntamente com fibras solúveis, como as encontradas na aveia e frutas, onde em contato com a água estas fibras incham forma uma espécie de esponja dando a sensação de saciedade. A água tem o poder de enganar o estomago temporariamente, pois com não sofre nem absorção e nem digestão, a sensação de saciedade desaparece rapidamente e a fome volta novamente.




3 comentários:

Anônimo disse...

gostei muinto de saber quais opçoes de frutas a pessoa que tem gastrite não pode comer; porem gostaria de saber se a mesma, pode comer melancia,melão,e banana

Anônimo disse...

em outros blogs todos falam em nao comer leite e nem queijo,opa... eu adoro mais to evitando pq vi q realmente faz mau pra quem tem gastrite.

Suelem Araujo disse...

eu gostaria tanto de um cardápio para comer de três em três horas pra quem tem gastrite cronica pois estou longe de uma capital e não tenho como ir a uma nutricionista!

Receita para emagrecer: amor próprio

Você já percebeu que muitas pessoas são viciadas em cigarro, drogas, álcool, dinheiro, poder, trabalho, sexo, comida? O que há em comum em todas essas situações? Uma resposta seria a necessidade de fugir e a outra de sentir prazer, só que infelizmente por caminhos destrutivos. Todas são maneiras de preencher um vazio interno com algo externo. Com isso, a frustração e a insatisfação permanecem, diminuindo cada vez mais a auto-estima, pois a pessoa se sente incapaz.

Estamos num momento em que a busca pelo TER infelizmente sobrepõe-se facilmente ao SER. O que acontece? Por que as pessoas acreditam que ao obterem algo material ou externo, suas vidas mudarão? Por que, mesmo apesar dessa busca incessante, há tanta ansiedade, tensão, doenças? Por que tantas pessoas infelizes, sofrendo, sentindo-se sozinhas e principalmente, com uma sensação profunda de vazio? A solidão só é sentida quando a própria pessoa se abandona. Todos podem até te abandonar, mas você não pode nunca fazer o mesmo.

Do ponto de vista emocional, qualquer fuga é negativa, pois sempre que se foge de uma situação, na verdade se está fugindo dos próprios sentimentos. Ou, o que é pior, representa uma fuga de si mesmo e do que está dentro de si, ainda que inconsciente.

Por isso, mesmo depois de ter saciado sua vontade, sentido prazer - momentâneo, claro - o vazio continua.

Resultado: frustração, angústia, insatisfação e a sensação cada vez mais forte de não ser capaz, ou seja, a auto-estima despenca e a culpa se faz presente. Você já parou para pensar qual a causa desse vazio? O que está faltando? O que está buscando de verdade? Faça uma reflexão profunda consigo mesmo e ouça a resposta.

Você pode responder que falta dinheiro, sucesso, amor, reconhecimento, aprovação, mas será que buscando preencher esse vazio com algo externo, você consegue preenchê-lo? Com certeza poderá te causar mais angústia, não é mesmo? Na verdade, falta algo básico: amor-próprio. Já pensou nisso?

E como se amar? Conhecendo-se. Afinal só podemos amar quem conhecemos. Para isso é preciso desenvolver o autoconhecimento. Isso é ter consciência de suas emoções, necessidades, saber quem você é, o que quer, o que pensa, quais são seus valores, desejos, sonhos e principalmente, o que sente.

Pergunte-se agora: "O que estou sentindo?" Qual é a resposta que vem na sua cabeça? Ouvindo a resposta, procure respeitar o que sente, agindo de acordo com esses mesmos sentimentos. Trate-se com mais carinho, seja amoroso com você, da mesma forma que seria com alguém que ama. Afinal:

"NÃO PODEMOS AMAR NINGUÉM MAIS DO QUE NOS AMAMOS,
E NÃO PODEMOS RECEBER AMOR DE ALGUÉM,
ENQUANTO NÃO RECEBERMOS O NOSSO PRÓPRIO"

Antes de sair, tome um cházinho comigo!!

Photobucket
1. O chá-verde realmente pode ajudar a emagrecer?
Sim, porque contém catequinas, substâncias termogênicas. Os compostos termogênicos contidos no chá-verde estimulam o metabolismo em até 4%, aumentando o gasto energético durante o metabolismo (“queima”) de gorduras.
2. É melhor consumi-lo in natura (com folhas secas compradas no mercado) ou as versões industrializadas também trazem os mesmos benefícios?
É melhor in natura. Além disso é melhor prepará-lo em casa e não guardar na geladeira para outro dia. O que for feito no dia, tomar no dia. O ideal é preparar na hora de tomar.
3. Qual a quantidade de consumo ideal diária?
Não existe uma “recomendação oficial” quanto ao consumo. Há uma sugestão de consumo (do American Dietetic Association) de 4 a 5 xícaras/dia.
4. Qual o melhor horário para consumir o chá-verde?
Os melhores horários são nos intervalos entre as refeições, para não interferir na absorção de outros nutrientes.
5. O efeito pode ser notado em quanto tempo?
Se for o efeito em relação ao emagrecimento, isto é muito variável, depende de diversos fatores individuais. Pessoas mais jovens, por exemplo, emagrecem mais rapidamente que os idosos. Os homens também tendem a emagrecer mais rápido do que as mulheres. Mas ao menos dois meses, em média, são necessários para que os efeitos comecem a aparecer.
Como preparar o chá-verde
• Coloque a água para ferver e, antes de surgirem as primeiras bolhas de fervura, apague o fogo. Acrescente a erva (2 colheres das de sopa rasas para 1 litro de água ou 2 colheres das de chá rasas para 1 xícara de água). Abafe por cinco minutos e coe.
• Beba quente logo após o preparo. Depois disso, os princípios ativos do chá perdem a eficácia.
• O ideal é não adoçar.
da Redação
Com as informações acima, podemos fazer uso do chá sem receio de nos fazer mal, e sim obtendo os benefícios que esperamos.
O que está esperando, vamos lá saborear um chá bem quentinho!
Psicóloga Luciana Kotaka
Especialista em Obesidade e Transtornos Alimentares
Curitiba-PR
Dica importante:
Para preservar os princípios ativos da erva, coloque a água para ferver e assim que surgirem as primeiras bolhas de ar (antes de começar para valer o processo de ebulição), apague o fogo. Acrescente a erva (o ideal são 2 colheres de sopa para 1 litro de água, mas comece com apenas 1 colher, pelo menos até você se acostumar com o sabor do chá) e abafe por 2 ou 3 minutos. Depois é só coar e tomar.